18 de dez de 2013

Em duelo de treinadores de Seleção, Vôlei Amil bate Unilever no Rio



Treinadores das seleções de vôlei do Brasil, Bernardinho e José Roberto Guimarães se reencontraram nesta terça-feira, no ginásio do Maracanãzinho, e o comandante do time feminino do país pouco se importou com o fato de estar longe de seus domínios. Em confronto bastante equilibrado, o Vôlei Amil precisou do set de desempate, mas desbancou o Univeler por 3 a 2, com parciais de 21/18, 14/21, 18/21, 21/14 e 15 a 9.
Sem se importar com a pressão da torcida, o Vôlei Amil contou com a força de seu ataque para sair na frente do marcador e irritar o treinador carioca Bernardinho. Com o placar apertado desde o início do confronto, a oposto Tandara encaixou uma sequência de saque impressionante no fim da parcial e garantiu o primeiro set para a equipe de José Roberto Guimarães: 21 a 18.
No segundo set, porém, a Unilever passou a ter um melhor aproveitamento no passe e conseguiu neutralizar o poder de ataque dos campineiros. Desta forma, a levantadora Fofão também pôde ter um melhor desempenho e comandou a recuperação carioca. Depois de abrir seis pontos de vantagem, a missão foi apenas administrar e fechar em 21 a 14.
A recuperação do time comandado por Bernardinho serviu de estímulo para as campineiras, que voltaram melhor para a terceira parcial. No set mais equilibrado, porém, algumas marcações confusas da arbitragem deixaram as duas equipes nervosas. A Unilever soube se aproveitar melhor da situação e buscou a vantagem nos lances finais: 21 a 18.
Com o placar do terceiro set, o time da casa parecia bem próximo da vitória, mas não foi esse o reflexo dentro de quadra. Sob o comando do experiente José Roberto Guimarães, o Vôlei Amil se apresentou de forma surpreendente, não tomou conhecimento da qualidade do adversário e devolveu o placar do segundo set. Com 21 a 14 no marcador, o tie-break estava garantido.
Já no set de desempate, o Vôlei Amil seguiu avassalador. Se o torcedor carioca esperava um poder de reação de sua equipe no tie-break, o que se viu dentro de quadra foi um time desencontrada, sem conseguir parar o forte ataque campineiro. Desta forma, os visitantes fecharam o jogo em 15 a 9.
Confira os resultados desta terça-feira pela Superliga Feminina:
Brasília Vôlei 3 x 1 Sesi-SP
São Bernardo Vôlei 3 x 2 Minas Tênis Clube
São Cristóvão Saúde/São Caetano 3 x 0 Rio do Sul/Equibrasil (SC)

Gazeta EsportivaGazeta Esportiva

10 de dez de 2013

Thaísa brilha contra Vôlei Amil e garante invencibilidade do Osasco

Thaisa teve uma pontuação rara no vôlei Foto: João Pires/ Fotojump / Divulgação
Thaisa teve uma pontuação rara no vôlei
Foto: João Pires/ Fotojump / Divulgaçã
A Superliga Feminina de Vôlei ainda tem uma equipe invicta: o Molico Osasco. A equipe da Grande São Paulo venceu o Vôlei Amil na noite desta segunda-feira por 3 a 2, com parciais de 21/14, 20/22, 21/18, 19/21 e 17/15, e chegou a sua nona vitória em nove jogos.
O grande destaque da partida foi Thaísa, que alcançou um raro "duplo-duplo", isto é, dois dígitos em dois fundamentos diferentes. Foram 15 pontos de ataque e 10 de bloqueio, além de três pontos de saque, que fizeram dela uma das maiores pontuadoras da partida, com 28 bolas viradas.
Do lado campineiro, quem brilhou foi Tandara, que fez os mesmos 28 pontos, sendo 26 de ataque, um de bloqueio e um de saque.
Mesmo com a Arena Amil tomada pela torcida campineira, o Osasco não se assustou e impôs um ritmo de jogo muito forte na primeira parcial, abrindo 7 a 1 logo no início do set. Campinas se recuperou, chegou a ficar apenas dois pontos atrás, mas viu as visitantes abrirem novamente antes de fecharem a parcial em 21 a 14.
O segundo set foi mais equilibrado e a equipe da Grande São Paulo errou muitos saques, dando a chance às anfitriãs de se recuperarem sempre que abriam vantagem no placar. Assim, o time de José Roberto Guimarães salvou um set point e empatou a partida, fechando a parcial em 22 a 20.O equilíbrio se manteve na terceira parcial, mas os detalhes fizeram a diferença no final a favor das visitantes, que fizeram 21 a 18 e ficaram à frente no placar novamente.
O quarto set também foi marcado pela igualdade. Osasco liderou grande parte da parcial, mas viu as anfitriãs virarem nos últimos pontos e vencerem com um toque na rede da italiana Bosetti: 21 a 19.
No set desempate, o Vôlei Amil chegou a fazer 3 a 0 após uma sequência de dois pontos de saque de Natália. Porém, O Osasco buscou o empate e a virada, fazendo 14 a 13 após um ace de Thaísa. O Campinas buscou o 15 a 14 no placar e teve a chance de fechar, mas não o fez. Após o empate das osasquenses, um bloqueio de Bosetti e um ponto de saque de Sheilla definiram o placar final: 17 a 15.
Na próxima rodada, enquanto o Vôlei Amil recebe o Maranhão, o Osasco também joga em casa, mas contra o Uniara.
Gazeta EsportivaGazeta Esportiva