13 de abr de 2014

Unilever bate o Vôlei Amil e está na final da Superliga


Bernardinho levou a melhor no duelo de técnicos da seleção brasileira contra o desafeto José Roberto Guimarães. Em uma partida nervosa e de extrema rivalidade, o Unilever chegou a sua 10ª final consecutiva de Superliga feminina ao vencer o Vôlei Amil por por 3 sets a 2 (12-21, 21-15, 21-15, 18-21 e 16-14).
Os nervos à flor da pele dentro de quadra contagiaram até mesmo o 'zen' Zé Roberto, que se despediu da equipe de Campinas para se dedicar exclusivamente à seleção brasileira feminina. O treinador, que mostrou tranquilidade na maior parte da partida, não resistiu aos erros de sua equipe no terceiro set e xingou a levantadora Claudinha. A transmissão da TV Globo estava mostrando um dos tempos pedidos por Zé Roberto quando o treinador disparou contra a jogadora. "Larga de ser burra!", esbravejou.
A partida começou melhor para o time de Campinas, que ficou na frente no placar a maior parte do tempo, abrindo entre de três a quatro pontos de vantagem, enquanto o Unilever buscava não permitir um distanciamento maior das adversárias.

O técnico Bernardinho buscou parar o jogo com um pedido de tempo, mas o time de José Roberto Guimarães demonstrava domínio total perto da metade do set. O Amil conseguia encaixar bem o ataque, enquanto o Unilever pouco esboçava reação. O bloqueio do time campineiro funcionava muito bem, algo que fez o primeiro set ser marcado por ralis.

O domínio do Amil no primeiro set foi confirmado com o placar de 21 a 12, surpreendente para uma semifinal considerada tão equilibrada. A vitória na parcial colocava o time de Campinas definitivamente na briga, já que entrava no Maracanãzinho com a obrigação de vencer para forçar um terceiro jogo na disputa da vaga na final.

O Unilever voltou melhor e a partida ficou mais equilibrada no início do segundo set, mas ainda marcada por erros de saque da equipe carioca. O ataque do time de Bernardinho começou a funcionar melhor e permitiu a dianteira no placar no primeiro tempo técnico.

A ponteira Mihajlovic, que não estava bem no começo do jogo, melhorou seu rendimento e conseguiu uma boa sequência no saque, fazendo com que o time do Rio abrisse seis pontos de vantagem na metade do set.

A reação carioca ficava evidente com os pontos de saque, que dificultavam cada vez mais a recepção do time de Campinas. O domínio do Amil no primeiro set foi praticamente reproduzido pela equipe de Bernardinho, que conseguiu disparar no placar na reta final.

Mas se o Unilever não conseguiu reagir quando dominado no primeiro set, o Amil levou um pouco mais de susto ao time de Bernardinho, que teve que parar o jogo após uma sequência de erros da equipe carioca. A pausa surtiu efeito e o Unilever conseguiu um set point com cinco pontos de vantagem no placar, empatando a partida logo na sequência com a vitória por 21 a 15.

O terceiro set foi praticamente uma reprodução do segundo, com o Unilever jogando muito melhor. O Amil praticamente não conseguia reagir para encostar no placar.

Foi nesse cenário que o técnico Zé Roberto acabou saindo do sério e disparando a bronca contra Claudinha, destoando de momentos de mais calma em outros pedidos de tempo. A bronca não surtiu efeito no time de Campinas, que acabou derrotado no terceiro set pelo mesmo placar da parcial anterior: 21 a 15.

O quarto set foi mais equilibrado, com o time do Vôlei Amil melhor no jogo. O Unilever seguia liderando o placar, mas seguido muito mais de perto pela equipe campineira. Após muitas dificuldades, o time de Campinas finalmente conseguiu empatar o marcador em 16 a 16, colocando emoção na reta final da parcial.

Com uma ótima recuperação, Tandara passou a aparecer mais decisiva e colocou o Amil na frente com 17 a 18, mas o Unilever empatou na sequência. O time de Campinas continou buscando a vitória e conseguiu fechar o set em 21 a 18 após um erro de ataque de Mihajlovic.

O tie-break foi ainda mais equilibrado, com o placar alternando no ponto a ponto. O Unilever só conseguiu abrir dois pontos de vantagem no sexto ponto após dois erros de Natália, do Amil. O time de Zé Roberto correu atrás e conseguiu virar, assumindo a liderança do set-desempate.

A equipe carioca não relaxou mesmo após ficar dois pontos atrás e também empatou, dando mais emoção ainda ao jogo. Na reta final, o Unilever foi decisivo mais uma vez, empurrado pelos gritos de Bernardinho do lado da quadra, e abriu boa vantagem de quatro pontos. O time de Campinas reagiu de novo e encostou no placar, forçando mais um pedido de tempo de Bernardinho. A reação do Amil prevaleceu e o time de Zé Roberto conseguiu salvar quatro match points, mas não impediu a vitória carioca.

Bruno Voloch-Uol Esportes
http://esporte.uol.com.br/volei/ultimas-noticias/2014/04/12/ze-roberto-perde-a-linha-e-xinga-jogadora-em-eliminacao-para-bernardinho.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário