16 de jul de 2015

BRASIL VENCE A RÚSSIA E ALCANÇA A SÉTIMA VITÓRIA


Brasil vence a Rússia e alcança a sétima vitória
A seleção brasileira feminina de vôlei segue invicta e na liderança da edição 2015 do Grand Prix. Nesta quinta-feira (16.07), pela terceira semana da competição, o Brasil venceu a Rússia por 3 sets a 0 (25/18, 25/14 e 25/17), em 1h21 de jogo, no Pala Catania, em Catania, na Itália. Foi a sétima vitória em sete jogos do time verde e amarelo.

O resultado manteve o Brasil na liderança da competição, com 21 pontos. A China aparece na segunda colocação com a mesma pontuação das brasileiras, mas com um pior saldo de sets e os Estados Unidos estão em terceiro, com 20 pontos.

O Brasil voltará à quadra às 12h10 (Horário de Brasília) desta sexta-feira (17.07) contra a Bélgica. A Band e o SporTV transmitirão ao vivo.

O bloqueio das brasileiras foi um dos destaques do jogo. Foram 12 pontos neste fundamento contra apenas quatro das russas. A central Juciely brilhou na partida e foi a maior pontuadora entre as brasileiras, com 17 acertos (12 de ataque, quatro de bloqueio e um de saque). A ponteira Natália, com 13, e a central Carol, com 12, também pontuaram bem para o time verde e amarelo.

A central Juciely comentou a atuação do Brasil e elogiou a disciplina tática das brasileiras.

“Para jogar com a Rússia sabíamos que seria fundamental forçar o saque. Sacamos bem e isso facilitou para o nosso bloqueio. Começamos essa semana com uma boa vitória e fiquei feliz com a forma que o Brasil se apresentou. Jogamos bem taticamente e agora já temos que pensar na Bélgica”, afirmou Juciely.

A ponteira Natália elogiou a atuação das brasileiras e destacou o bom desempenho do bloqueio verde e amarelo.

“O time todo foi muito bem. Começar a etapa com uma vitória por 3 sets a 0 sobre as russas dá muita motivação. A Rússia tem um bloqueio alto e conseguimos bloquear melhor do que elas”, disse Natália , que ainda comentou sobre o duelo desta sexta-feira contra a Bélgica.

“Jogamos contra a Bélgica em São Paulo na semana passada. Elas têm um time perigoso. Vamos ter que tomar cuidado e fazer o nosso jogo. Sabemos que nesse nível de voleibol não podemos bobear contra nenhuma equipe”, garantiu Natália.

O treinador Paulo Coco fez uma análise da partida contra a Rússia e falou da importância dos jogos desta terceira etapa da competição.

“Foi um bom jogo. Tivemos três mudanças na equipe em relação ao grupo de São Paulo e mantivemos o ritmo. Conseguimos manter uma regularidade na partida. O nosso saque facilitou o desempenho do nosso bloqueio. Fizemos 12 pontos de bloqueio contra apenas quatro da Rússia. O passe também foi eficiente, o que permitiu que as nossas centrais pontuassem bastante. Os três jogos na Itália serão importantes para chegarmos bem na fase final”, analisou Paulo Coco.

O JOGO

O Brasil começou bem no saque e fez 6/3. As brasileiras foram para o primeiro tempo técnico vencendo por 8/5. A Rússia cresceu de produção e deixou tudo igual no marcador (12/12). O time verde e amarelo voltou a sacar e defender com eficiência e abriu quatro pontos (16/12). O Brasil segurou a vantagem até o final e venceu a parcial por 25/18. A central Carol, com sete pontos, e a ponteira Natália, com cinco, foram os destaques da parcial.

O Brasil seguiu melhor no início do segundo set e fez 6/4. Com dois pontos seguidos da central Juciely, um de ataque e um de saque, o time verde e amarelo abriu quatro (11/7). Depois de um belo ponto com um bloqueio triplo, as brasileiras foram para o segundo tempo técnico vencendo por 16/11. O time verde e amarelo seguiu ditando o ritmo do jogo e venceu a segunda parcial por 25/14. A central Juciely foi a maior pontuadora da parcial, com oito acertos.

A meio de rede Juciely seguiu pontuando nas bolas de velocidade no início da terceira parcial e o Brasil fez 5/1. Com um ponto de ataque da oposto Monique, o Brasil aumentou a vantagem para seis pontos (14/8). O saque das brasileiras dificultava a recepção das russas e foi com um ace da central Carol que o Brasil fez 22/16. O time verde e amarelo seguiu melhor até o final da parcial e venceu o set por 25/17 e o jogo por 3 sets a 0.

EQUIPES:

BRASIL: Dani Lins, Monique, Natália, Gabi, Juciely e Carol. Líbero – Sassá

Entraram: Ivna e Roberta

Técnico – Paulo Coco

RÚSSIA  –  Scherban, Lyubushkina, Kosianenko, Fetisova, Malykh e Biryukova. Líbero – Malova

Entraram – O. Efimova, Goncharova, E. Efimova

Técnico – Yuri Marichev

GALERIA DE FOTOS:

http://worldgrandprix.2015.fivb.com/en/preliminary-round-group1/schedule/5827-russia-brazil/post#mediaGallery

GRAND PRIX 2015

BANGCOC (TAILÂNDIA) 
(03.07) – Brasil 3 x 1 Japão (21/25, 25/21, 25/17 e 27/25) 
(04.07) – Brasil 3 x 0 Sérvia (25/20, 25/15 e 25/15) 
 (05.07) – Brasil 3 x 0 Tailândia (25/18, 25/13 e 25/23) 
SÃO PAULO (BRASIL) 
(10.07) – Brasil 3 x 0 Bélgica (25/17, 25/16 e 25/14)  
(11.07) – Brasil 3 x 1 Tailândia (25/23, 20/25, 25/14 e 25/19) 
(12.07) – Brasil 3 x 0 Alemanha (26/24, 25/22 e 26/24)
CATANIA (ITÁLIA)

(16.07) – Brasil 3 x 0 Rússia (25/18, 25/14 e 25/17) 
(17.07) – Brasil x Bélgica, às 12h10 (Horário de Brasília)
Transmissão: Band e SporTV

(18.07) – Brasil x Itália, às 15h10 (Horário de Brasília)
Transmissão: Band e SporTV 

Nenhum comentário:

Postar um comentário