20 de out de 2012

Sada/Cruzeiro meio sonolento perde para Trentino e fica em 2º no Mundia

Após assistir o Sollys/Osasco atropelar o Rabita Baku, do Azerbaijão, e conquistar o primeiro título mundial da história do clube, o Sada/Cruzeiro não foi páreo para o atual campeão Trentino, da Itália, e acabou derrotado por 3 sets a 0, com parciais de 25/18, 25/15 e 29/27, nesta sexta-feira, na final do Mundial de Clubes, disputado em Doha, no Catar.
Com o resultado, a equipe perdeu a oportunidade de conquistar o primeiro título do Brasil na história da competição - o Banespa foi duas vezes vice, em 1990 e 1991. Por outro lado, o Trentino abocanhou a quarta taça consecutiva, já que também venceu as edições de 2009, 2010 e 2011.
Já no primeiro set, o Trentino deu mostras de que entraria para conquistar o quarto título consecutivo em Mundiais. Com um saque forçado e ótimo aproveitamento no ataque, a equipe italiana não teve qualquer dificuldade para fechar a parcial em 25/18 a abrir 1 a 0 na partida.
O início do segundo set foi mais disputado, sem que as equipes conseguissem uma grande vantagem. No entanto, a vitória na parcial anterior deu confiança ao Trentino, que teve ótimo aproveitamento no bloqueio e chegou com ampla vantagem ao segundo tempo técnico: 16/8.
Apenas administrando a vantagem, o time italiano marcou 25/15 e abriu 2 sets a 0. O terceiro set começou disputado, com as equipes se revezando na liderança, mas foram os "italianos" que chegaram ao segundo tempo técnico na frente: 16/15. A virada mineira aconteceria minutos depois, com uma bela defesa de Serginho e um contra-ataque do central Douglas (22/21), mas a força européia prevaleceu. Em um final eletrizante, o Trentino fez 29/27 e liquidou a disputa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário