27 de mai de 2013

FINAL TRÁGICO PARA A JOGADORA INGRID VISSER

A polícia espanhola encontrou dois corpos em Alquerías perto de Murcia e acredita ser os restos mortais de Ingrid Visser e seu companheiro Lodewijk. Dois suspeitos foram presos. Os corpos foram parcialmente enterrados. Segundo um relatório não oficial a jogadora holandesa foi vítima de assalto.
A família do casal ainda não foi comunicada oficialmente, mas está apreensiva com as notícias vindas da Espanha.
Entenda o caso
Ingrid e marido foram até Murcia onde a ex-jogadora da seleção holandesa passaria por consulta médica no dia 15/05, mas não compareceu ao compromisso. O casal foi visto pela última vez no dia 13/05 no hotel onde estavam hospedados. Após uma semana de buscas o carro alugado por eles foi encontrado intacto em uma rua de Murcia no dia 22/05.
Visser tinha 35 anos e foi a jogadora que mais atuou pela seleção da Holanda, com 514 jogos, e disputou as olimpíadas de 1996, em Atlanta. Em 1998, a jogadora atuou no Brasil defendendo o Minas.

Desabafo de Érica
Érika Coimbra, ex-jogadora da seleção brasileira, ficou chocada com a notícia da morte de Ingrid Visser:
“Estou indignada. Era muito amiga dela e sempre a gente se falava. Passamos a virada de ano juntas e ela me pareceu muito feliz e tinha planos de engravidar. Era o sonho dela. A Ingrid não apresentava nenhum tipo de problema emocional, pelo contrário, estava ótima”.
Érika e Visser não jogaram juntas, mas se enfrentaram várias vezes:
“Falei com ela há dois meses. O Brasil era a segunda casa da Ingrid e ela adorava o país. Namorou durante 9 anos com um brasileiro, mas terminaram. Pessoa alegre, inteligente, do bem, divertida e com sorriso no rosto”.
A jogadora não desconfia do que possa ter acontecido, mas alerta:
“Com essa máfia e pobreza na Espanha, pode ter tido a má sorte e ter encontrado um desses filhos da p… como temos aqui, que roubam, estupram e ainda matam por 10 euros. Espero que a polícia encontre os culpados. Fico revoltada”.
Érika está no Brasil de férias e estuda propostas do vôlei brasileiro e europeu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário