27 de jun de 2013

Lucarelli uma renovação que está dando certo

O técnico Bernardinho costuma dizer que atualmente há dificuldade para se formar bons ponteiros no Brasil.
Ricardo Lucarelli, 19, tem se mostrado uma boa opção para a posição. Tanto que, devido a uma lesão de Giba, o atleta foi convocado para os amistosos preparatórios para o Sul-Americano de 2011. Pouco antes, Lucarelli havia disputado o Mundial juvenil e se consagrado como o terceiro maior pontuador.
"Ele foi, sem dúvida, um dos destaques da seleção juvenil e é um potencial. O Lucarelli está em observação e pode vir a integrar a seleção de novos, por exemplo", afirmou Bernardinho na época.
Fez sua estreia no Maracanãzinho, na vitória do Brasil contra o Japão. Meses depois, acabou sendo convocado novamente, dessa vez para disputar o Pan de Guadalajara, em que a seleção foi representada por uma equipe mista.
Mas uma lesão na virilha direita o tirou da competição --o Brasil foi campeão.
"Fiquei um pouco triste. O Pan seria minha primeira grande competição com a seleção adulta. Agora, tenho que olhar para a frente, jogar bem na Superliga e, quem sabe, voltar a ser convocado", afirmou, pouco antes do início do torneio nacional.
Apesar da pouca idade, Lucarelli, que defende o Minas, já figura entre os melhores da competição. Tem o melhor aproveitamento no ataque da Superliga (44,93%) e, até a décima rodada do primeiro turno, era o nono maior pontuador, com 139 pontos.
O pequeno período em que ficou na seleção o lapidou.
"A seleção é muito diferente. Você amadurece e entende como é um esporte de alto nível", declara o ponteiro.
"Os jogadores estão sempre lutando o máximo. Isso é uma coisa que diferencia a seleção brasileira: a busca pela perfeição", afirma o atleta, que começou no esporte aos 14 anos, em um pequeno clube de Linhares (MG), para seguir os passos da irmã mais velha, Rafaelli, que já se aventurava nas quadras.
Há quatro anos, enquanto o Brasil perdia a final para os EUA nos Jogos de Pequim, Lucarelli nem imaginava que seguiria carreira na modalidade. "Para mim, era só uma brincadeira. Nunca pensei em um dia jogar profissionalmente e chegar à seleção", afirmou.
Raio X
Nome: Ricardo Lucarelli Santos de Souza
Nascimento: 14.fev.1992, em Contagem (MG)
Onde mora: Belo Horizonte (MG)
Peso e altura: 90 kg e 1,97 m
Clube: Minas Tênis
Escolaridade: Terceiro ano do ensino médio
Twitter: @lucarelli8
Facebook: Lucarelli
Site oficial: Não tem
Ídolos: Os jogadores de vôlei Murilo e Escadinha
Superstição: Faz sinal da cruz e entra com pé esquerdo em quadra
Hobby: Acessar o computador, ir ao shopping e alugar filmes
Música: Pagode, sertanejo, música eletrônica e pop americano
Comida: Pizza
Seu maior momento no esporte: Jogo do Minas contra o Campinas, na Superliga 2010/2011. "Eu era o reserva, mas tinha entrado em quadra para ajudar a equipe no segundo set. A gente estava perdendo o set quando eu fui para o saque. Eu pedi ao técnico para não sair. Ele deixou. Eu saquei muito bem e depois a gente ganhou o set e o jogo. Depois desse jogo, a gente passou a ir bem na Superliga."
O maior momento do esporte: Conquista do ouro da seleção na Olimpíada de Atenas-2004
Patrocinadores: Não tem
Principais feitos: Prêmio de melhor recepção no Mundial infanto-juvenil de 2009, convocado pela primeira vez para a seleção
principal em 2011
Mariana Bastos

Nenhum comentário:

Postar um comentário