28 de jun de 2013

Jogando em casa Brasil vence a França por 3x2

Em sua primeira partida em casa na Liga Mundial 2013, o Brasil parecia que venceria sem sustos, mas tomou enorme sufoco dos rivais, porém, não decepcionou a torcida presente no ginásio Ibirapuera, em São Paulo, na manhã desta sexta-feira, e derrotou a França por 3 sets a 2, com parciais de 25-20, 25-19, 22-25, 21-25 e 15-12. A equipe de Bernardinho alcançou sua quinta vitória no grupo A e segue invicta na competição.

Após início equilibrado de jogo, os franceses tomaram a ponta no placar, mas o Brasil logo igualou o marcador, com potentes ataques pela ponta. Apenas no final do set o time mandante conseguiu abrir boa vantagem sobre os europeus para fechar o período em 25 a 20, em 26 minutos.

Novamente o início de set foi parelho, sempre com o Brasil com pouca vantagem no marcador. Mas a França reagiu, tirou uma desvantagem de dois pontos e ainda virou o placar para 10 a 8. Com erro adversário e bloqueio de Lucão, a seleção brasileira retomou novamente a liderança no placar, com 16 a 15.

O bloqueio brasileiro encaixou e, com dois seguidos de Lucarelli, a equipe ampliou ainda mais a vantagem sobre os franceses. E foi com novo ponto de bloqueio, agora de Leandro Vissotto, que a equipe da casa fechou o 2º set em 25 a 19, agora em 28 minutos.

Os franceses voltaram dispostos a não entregar barata a derrota e complicaram o jogo para o Brasil no 3º set. As duas equipes se revezavam na liderança do placar, mas no final do período a equipe visitante passou à frente. Sem mais largar a vantagem, a França fechou o set em 25 a 22.

A equipe europeia se animou com a reação e continuou seu forte ritmo de jogo, deixando o Brasil perdido na partida. A seleção nacional se achou e o jogo voltou a ficar equilibrado. Mas o ímpeto francês não diminuiu e a equipe empatou o duelo em 2 a 2, com 25 a 21 no 4º set.

No tie-break a França seguiu bem, aproveitando erros bobos dos brasileiros. Quando o Brasil esboçava alguma reação, voltava a tropeçar em suas próprias falhas.

Quando o time brasileiro perdia por 12 a 9, Bernardinho pediu tempo e depois fez uma inversão 5-1, com as entradas de William e Wallace. O levantador acertou todos os saques (quatro), e o oposto colocou três bolas no chão, selando a virada e a vitória da seleção nacional por 3 a 2.

Nenhum comentário:

Postar um comentário