1 de set de 2013

Zé Roberto exalta mescla de gerações em título: "Rio 2016 já começou"

Brasileiras comemoram título deste domingo Foto: FIVB / Divulgação
A campanha perfeita na fase final do Grand Prix deixou o treinador da Seleção Brasileira feminina de vôlei, José Roberto Guimarães, satisfeito. Mas o que realmente alegrou o técnico foi a boa atuação de novas jogadoras no time nacional, sobretudo a ponteira Gabi, de apenas 19 anos de idade, um dos destaques na conquista do título no Japão.
A vitória do Grand Prix foi garantida na manhã deste domingo, quando o Brasil derrotou a China por 3 sets a 0 e encerrou sua campanha na fase final da competição com cinco vitórias por 3 sets a 0 em cinco partidas disputadas. Foi o nono título da Seleção, maior vencedora do torneio.
"É muito bom ver que quando enfrentamos as melhores equipes do mundo, nossas jogadoras se sentem mais à vontade, mesmo nos momentos mais difíceis. É legal ver a Gabi jogando nesse nível. É isso que precisamos. Eu acordo, tomo café, almoço e vou dormir pensando em voleibol. Os Jogos Olímpicos de 2016 já começaram. Posso dizer que nós temos time para brigar contra qualquer seleção do mundo", disse o treinador brasileiro.
O próximo compromisso da Seleção Brasileira de vôlei é o Campeonato Sul-americano do Peru, classificatório para o Mundial da modalidade. Os treinos têm início ainda esta semana em Saquarema, no Rio de Janeiro, novamente com um grupo de jogadoras que mescla a base do time medalha de ouro em Londres-2012 com revelações.
"É importante encontrar atletas como a Gabi, a Natália e a Tandara para esse movimento do vôlei brasileiro continuar. Precisamos sustentar esse trabalho. A mescla dessas jogadoras com nomes como Sheilla, Fabi, Fabiana e Thaísa, que têm idade para a próxima Olimpíada, é muito importante. Temos que dar para o voleibol brasileiro a possibilidade de continuidade para o futuro", analisou o técnico do Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário