1 de set de 2013

Brasil vence a China e conquista nono título no Grand Prix de vôlei

Jogadoras brasileiras comemora ponto após derrubar a invencibilidade chinesa
O título do Grand Prix não poderia ter ficado em melhores mãos. Em uma partida impecável em Sapporo (JAP), o Brasil venceu a China na madrugada deste domingo (horário de Brasília) por 3 a 0 (parciais de 25-15, 25-14 e 25-20) e conquistou seu nono título na competição internacional.
A equipe do técnico José Roberto Guimarães voltou a vencer o torneio depois de três vice-campeonatos seguidos entre 2010 e 2012 para os Estados Unidos. A última conquista brasileira havia sido em 2009. Assim, o time ampliou sua vantagem, já que a segunda nação com mais títulos no Grand Prix são as americanas, com cinco taças.
A medalha de ouro coroou uma performance brilhante da Seleção na fase final no Japão. O time verde e amarelo venceu todos os seus cinco jogos no hexagonal por 3 a 0, contra China, Sérvia, Japão, Estados Unidos e Itália.

O jogo
O Brasil dominou o primeiro set do início ao fim. Impecável em todos os fundamentos, especialmente na defesa e no bloqueio, a equipe do técnico José Roberto Guimarães já forçou um primeiro pedido de tempo da técnica Lang Ping com 6 a 1 a favor da Seleção. A equipe verde e amarela, poderosa no ataque do trio Fernanda Garay, Sheilla e Gabi, furou o paredão chinês com frequência e ficou em vantagem em toda a parcial, sem ser ameaçado. Já a China, que tinha em Yimei Wang sua principal arma, sofreu na recepção. E, assim, contribuiu para a fácil vitória brasileira por 25 a 15.
O segundo set começou bem mais equilibrado, com os times se alternando na liderança. Mas após o primeiro tempo técnico, em que o Brasil vencia por 8 a 6, mais uma vez o domínio do time de Zé Roberto apareceu. Sobrando em quadra principalmente no ataque, a Seleção começou a abrir vantagem. Tanto que o time só permitiu a China anotar apenas mais oito pontos, contra 17. Assim, Sheilla e companhia venceram a parcial por 25 a 14, e asseguraram ali o título do Grand Prix, já que o Brasil entrou em quadra precisando apenas vencer dois sets para levar o troféu de campeão. As jogadoras, porém, contiveram a felicidade, já que o duelo ainda não havia acabado. Apenas alguns sorrisos das atletas expressavam o triunfo.
Apesar da missão já cumprida no meio do jogo, o Brasil não se deixou levar por isso no terceiro set. Com seriedade, os dois elencos atuaram como se nada tivesse acontecido. Mas por pura formalidade. Nesta parcial, a China endureceu o confronto novamente, e dificultou as ações. Mas outra vez a Seleção se impôs ao longo da parcial, e assumiu a liderança entre o primeiro e o segundo tempo técnico. No fim, foi só confirmar mais uma vitória no Grand Prix e finalmente comemorar o nono título.
















Nenhum comentário:

Postar um comentário