20 de out de 2013

Cruzeiro bate russos e fatura inédito título mundial para o vôlei do Brasil

O time do Cruzeiro conquistou neste domingo, em Betim-MG, um feito inédito para o vôlei masculino do Brasil. Em uma tarde inspirada de seus principais atletas, a equipe comandada por Macelo Mendez não teve dificuldades para superar o Lokomotiv Novosibirsk, da Rússia, por 3 sets a 0 (25-20, 25-19, 25-20) e garantir o título do Mundial de Clubes.
No ano passado, a equipe mineira tinha ficado com o vice-campeonato ao ser derrotado pelo Trentino, da Itália. Em 1990 e 1991, o Banespa também terminou na segunda colocação. Em 1984, o Pirelli levantou a taça, mas o torneio não era reconhecido pela FIVB.

"Formidável. Jogamos um bolão, saques fortes, contra ataques rápidos, voleibol de alto nível. Fizemos a preparação certa, coroada com o titulo. Valeu a pena demais", disse o levantador Willian, ao SporTV.
"Finalmente, cara. Agora é comemorar, esse time é de tirar o chapéu. Jogamos 150% para sair com essa vitória", seguiu Wallace, maior pontuador do jogo com 14 pontos. "Não tive grandes oportunidades a nível mundial, mas hoje posso gritar e parabenizar o Cruzeiro campeão Mundial", completou o líbero Serginho.
Durante a fase grupos, as duas equipes já haviam se enfrentado e o time russo levou a melhor por 3 sets a 2. A partida de hoje teve clima de revanche, mas com o apoio da torcida, o time brasileiro não teve dificuldades de impor o seu jogo. O levantador William esteve em uma tarde inspiradíssima e contou com a ajuda de seus principais atacantes, Wallace e Filipe. Destaque também para o líbero Serginho, com belas defesas, principalmente no terceiro set. 

Na disputa do terceiro lugar, o Trentino, atual tetracampeão da competição, bateu o UPCN, da Argentina, por 3 sets a 1 (25-22, 22-25, 25-21 e 25-19).


Nenhum comentário:

Postar um comentário