16 de nov de 2013

De virada o Brasil ganha da Russia













A seleção brasileira feminina de vôlei tem tudo para se tornar bicampeã da Copa dos Campeões no próximo domingo. Para se tornar a primeira seleção a vencer o torneio duas vezes, pode até perder para o Japão - caso seja por 3 sets a 2 - na próxima manhã. Isso acontece porque, nesta manhã, o Brasil bateu as rivais russas, de virada, por 3 sets a 1: 18-25, 25-18, 25-22 e 25-19. As meninas do Brasil alcançaram 12 pontos, únicas com 100% na competição, e abriram mais ainda distância na liderança.
O título não veio por antecipação já neste sábado porque as japonesas bateram, por 3 sets a 0, a República Dominicana. Assim, foram a 9 pontos. Caso vençam o Brasil por 3 a 0 ou 3 a 1, empatam com as brasileiras em pontos e podem passar nos critérios de desempate.
Caso as japonesas tivessem batido as dominicanas por 3 a 2, fariam apenas dois pontos e já entregariam o título para o Brasil.
Neste sábado, pela primeira vez as brasileiras saíram atrás do placar, e logo contra aquelas que podem ser consideradas as principais rivais da seleção nos últimos anos (a Rússia é a atual bicampeã mundial, batendo o Brasil nas duas finais, enquanto as brasileiras são as atual bicampeãs olímpicas).
Porém a campanha e o vôlei superiores apresentados na competição até aqui fizeram diferença a partir do segundo set. Sem sustos, o Brasil soube fechar os três, com bom revezamento de ataque.
Fernanda Garay foi a principal pontuadora, com 17, seguida por Fabiana, com 14, e Sheilla e Natália, ambas com 13 pontos.
"Estamos felizes com o resultado. Começamos devagar, e elas nos pressionaram no serviço, bloqueio e na defesa, e foi difícil para nós. Depois ajustamos nosso sistema defensivo, sacamos bem e melhoramos nosso ataque", declarou o técnico José Roberto Guimarães após o triunfo.
Na última rodada, a partida entre Brasil e Japão encerrará a competição, com início programado para 8h.

Nenhum comentário:

Postar um comentário