28 de jul de 2012

A medalha de ouro conquistada por Sarah Menezes em Londres 2012 é importante por vários motivos. É a primeira do judô feminino, a terceira do judô em geral, e a segunda de mulheres brasileiras em esportes individuais.
Mais do que isso, a medalha de Sarah é reflexo de um Brasil que dá certo.
Sarah Menezes exibe a medalha de ouro conquistada neste sábado no judô feminino. Foto: AFP Como mostraram posts desta semana aqui no Esporte Fino, a medalha de Sarah não foi uma surpresa.
Ela chegou como uma das favoritas, se superou quando mais precisava e conquistou o ouro.
Parecia, não uma brasileira, mas uma atleta dos Estados Unidos.
No pódio, estava claramente feliz, mas não tinha aquela alegria quase desesperada de quem luta “contra tudo e contra todos”, como estamos acostumados.
Sarah, aos 22 anos, faz faculdade, tem boa estrutura para treinar, tem três patrocínios privados e recebe o Bolsa Atleta, do governo federal. Tudo o que sempre exigimos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário