25 de ago de 2014

Brasil coloca três na seleção do GrandPrix 2014, mas líbero nipônica é a MVP (Most Valuable Player)


seleção grand prix vôlei  (Foto: Divulgação/FIBV)

Campeão do Grand Prix neste domingo, após vitória em três sets sobre o Japão, o Brasil colocou três jogadoras na seleção da competição: a levantadora Dani Lins, a oposta Sheilla e a central Fabiana. A eleição promovida pela Federação Internacional de Vôlei (FIVB) costuma gerar polêmica, pois ela é mais baseada nas estatísticas do que na avaliação subjetiva dos desempenhos ao longo do campeonato. Sendo assim, a líbero japonesa Yuko Sano, do vice-campeão, Japão, surpreendeu ao ser eleita a MVP (Jogadora Mais Valiosa) desta edição de 2014 do Grand Prix. 

Outras eleições polêmicas foram da central russa Irina Fetisova e das ponteiras Liu Xiaotong, da China, e Miyu Nagaoka, do Japão, deixando a central Thaisa e a ponteira Jaqueline, que fizeram um grande torneio, fora da equipe ideal. As premiadas receberam um cheque de US$ 5 mil (R$ 11,4 mil) cada uma.

Dentre os técnicos, não teve para ninguém e José Roberto Guimarães venceu a eleição. Além do prêmio e da medalha de campeão, ele também recebeu uma outra medalha para celebrar a conquista do seu sétimo título de Grand Prix.

- Eu ganhei duas medalhas. Uma de mérito e outra pelo título do Grand Prix. Mas eu gostaria de dividir isso com as meninas que trabalharam muito duro para conquistar esse Grand Prix - comentou o treinador brasileiro.

Confira a seleção do Grand Prix:

Levantadora: Dani Lins (Brasil)
Ponteiras: Liu Xiaotong (China) e Miyu Nagaoka (Japão)
Oposta: Sheilla (Brasil)
Centrais: Fabiana (Brasil) e Irina Fetisova (Rússia)
Líbero: Yuko Sano (Japão)
MVP: Yuko Sano (Japão)
Técnico: José Roberto Guimarães (Brasil)

Nenhum comentário:

Postar um comentário