21 de set de 2014

Após derrota, Bernardinho acusa Fivb de fazer jogo baixo com Brasil


Após a derrota na decisão do Campeonato Mundial de vôlei masculino, o técnico Bernardinho expôs sua insatisfação com a Federação Internacional de Vôlei (FIVB). O comandante da Seleção Brasileira não poupou críticas, acusando a entidade de fazer jogo baixo com o Brasil. Apesar disso, o treinador deu méritos aos poloneses pelos 3 sets a 1 que culminou no título dos donos da casa.

"Foram muitas coisas feias que fica complicado. A Federação Internacional age de uma maneira baixa demais. Teve coisa aqui, escalação de árbitro, no sentido de desestabilizar mesmo. Nada influenciou no jogo, nós perdemos porque eles jogaram nas bolas, com inteligência, tocando a bola, mas é muito baixo", revelou Bernardinho ao canal SporTV.

Bernardinho apontou a escalação dos árbitros da partida, além de um repórter perto do banco da Seleção Brasileira como ações propositais da FIVB.

"Eles botaram os únicos dois árbitros que tivemos problemas seríssimos na Liga Mundial, de maneira proposital. Botaram um repórter que é o maior inimigo do voleibol brasileiro ao lado do nosso banco, olhando e fazendo algumas coisas", declarou.

O técnico terminou falando que teme pelo futuro da modalidade, já que o órgão que rege o esporte, presidido pelo brasileiro Ary Graça, estaria fazendo "gato e sapato" dos membros.

"O jogo baixo que se constrói me preocupa com o futuro do voleibol, como instituição estamos desprotegidos. A Federação Internacional está fazendo gato e sapato da gente", sentenciou.

Gazeta  Esportiva

Nenhum comentário:

Postar um comentário