29 de jul de 2013

Cesar Cielo comemora o bi mundial dos 50m borboleta: 'Tirei um caminhão das costas'

Cesar Cielo conquistou nesta segunda-feira o seu quinto título mundial em piscina longa. Defendeu o reinado dos 50m borboleta (prova em que também foi ouro em Xangai-2011), mostrou superação após a cirurgia nos joelhos e se disse "mais leve" para os 50m livre, disputa em que tenta o inédito tri. Mesmo acostumado com as vitórias, o brasileiro não conseguiu controlar o choro no pódio.

- Naquela hora do hino, é impossível conter as emoções. Passa um filminho na cabeça, da superação pós-cirurgia nos joelhos, de tudo de que tive de me privar neste semestre. Tirei um caminhão das costas e estou mais leve para os 50 m livre – resumiu.


Cielo completou a prova em 23s01, deixando para trás norte-americano Eugene Godsoe (23s05) e o francês Frederick Bousquet (23s11). O brasileiro Nicholas Santos, que havia feito o melhor tempo na semifinal, terminou em quarto (23s21).

- Eu só tenho a agradecer. É meu sexto ano subindo ao pódio de Mundial, é minha décima medalha de Mundial e veio dourada, quinta vez que sou campeão mundial de longa. Quando eu era menino, realmente não imaginava que fosse chegar aqui – confessou.


Cesar Cielo ainda acrescentou que a medalha de ouro o fez "começar o ciclo olímpico até 2016 com o pé direito":
- Agradeço à minha família, aos meus amigos, ao COB, que pagou a minha preparação (torneios em Miami, Arizona e França antes do Mundial). Não tem segredo, é se preparar e, graças a Deus, este ano tive o COB para acreditar no meu potencial, apostar na minha preparação.


Cesar Cielo volta à piscina do Palau Sant Jordi na próxima sexta-feira (2), quando acontecem as eliminatórias e semifinais dos 50m livre. A final acontece no sábado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário