2 de ago de 2013

Brasileiras apontam ansiedade como “culpada” pelo início ruim contra Polônia

O primeiro set chegou a assustar. Com um rendimento bem abaixo do esperado, o Brasil perdeu para a Polônia por 25 a 21 e apresentou dentro de quadra muitos erros. Depois, mais tranquilas, as jogadoras conseguiram dominar a partida e venceram na estreia do Grand Prix, por 3 a 1, de virada. As comandadas de José Roberto Guimarães sabem que muita coisa precisa ser corrigida para as próximas partidas.
"Cometemos muitos erros, era muita ansiedade para virar rápido as bolas e deixamos o jogo delas fluir. Elas erraram pouco e sacaram bem também. A partir do momento que diminuímos os erros, o nosso jogo começou a fluir mais e equilibramos a partida", destacou a ponteira Gabi, uma das melhores jogadores em quadra.

"É normal um pouco de nervosismo na estreia, mas soubemos sair de uma situação difícil para ficar com a vitória. No início da partida, os pontos foram mais por erros nossos do que por méritos delas, apesar que a Polônia é uma seleção que vem crescendo e evoluindo", elogiou Garay.Maior pontuadora do jogo, com 20 pontos, Fer Garay também chamou a atenção para a reabilitação do Brasil dentro de quadra. De acordo com a ponteira, a seleção entrou mesmo um pouco ansiosa na partida, o que explica os inúmeros erros apresentados no primeiro set.
O técnico Zé Roberto foi outro que apontou a ansiedade da estreia em casa como um dos principais responsáveis pelo baixo rendimento brasileiro no primeiro tempo. Assim como Garay, ele destacou a qualidade das polonesas, principalmente no ataque.
"O time entrou um pouco acanhado, intranquilo e os erros no começo do set me chamaram muita atenção. Depois conseguimos equilibrar e o segundo set foi muito melhor, acertando saques e indo bem na defesa. Sabíamos que seria um jogo complicado, pois a Polônia tem um grande poder ofensivo", comentou Zé Roberto.
Agora, o Brasil se prepara para enfrentar a Rússia, neste sábado, às 10h (horário de Brasília), pela segunda rodada do Grand Prix. As brasileiras dividem a liderança com os Estados Unidos, que venceu as russas também por 3 sets a 1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário